<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, junho 29

Desejos 

No meio do caos político que estamos a atravessar, faço um desejo de mudança. Era bom que do novo Governo (de preferência eleito pelo Povo) surgisse um Ministro do Ambiente que realmente se empenhasse em resolver os problemas ambientais e de ordenamento do País, que promovesse as políticas necessárias e transformasse o Ministério num orgão actuante e atento. Já agora, outro desejo... Que o Ministério volte a chamar-se do Ambiente e do Ordenamento do Território, em vez do actual MCOTA - Ministério das Cidades do Ordenamento do Território e do Ambiente. O Ambiente tem de estar em primeiro lugar e o País não são só cidades!
|

terça-feira, junho 22

Saúde e Ambiente 

Muitas vezes esquecemo-nos que quando defendemos o Ambiente também estamos a defender o direito a vivermos saudáveis. É verdade que o Ambiente não diz apenas respeito aos recursos naturais e às espécies animais e vegetais; Ambiente e Saúde pública estão intimamente ligados.
Vem isto a propósito de um comunicado da Quercus que vai estar presente numa Conferência Interministerial sobre Ambiente e Saúde (a quarta edição),entre 23 e 25 de Junho, em Budapeste, na Hungria. A associação portuguesa alerta para o facto de Portugal ser "um dos poucos países participantes da região pan-europeia que ainda não possui um Plano de Acção sobre Ambiente e Saúde" e diz que "Os resultados constantes no mais recente estudo da Organização Mundial de Saúde sobre o efeito dos factores ambientais sobre a saúde das crianças são elucidativos. A poluição exterior e interior, a par com os acidentes, a contaminação química (por chumbo e outras substâncias químicas) e a poluição da água são a causa de mais de um terço das mortes ocorridas em crianças e jovens (desde os 0 aos 19 anos) na região europeia."
Estes dados são muito preocupantes, mas o que me parece mais assustador é o facto de, em Portugal, estas questões não estarem quantificadas e serem insuficientemente estudadas, além de que a maioria da população nem sequer pensa nestas matérias, como se elas, pura e simplesmente, não existissem.

|

sexta-feira, junho 4

Dia do Ambiente e Eleições Europeias 

Amanhã, 5 de Junho, comemora-se o Dia Mundial do Ambiente, com pouco para comemorar se pensarmos global e localmente. O País não é um bom exemplo em matéria de preservação do Ambiente, educação ambiental, ordenamento do território, desenvolvimento sustentável...
No fim-de-semana seguinte, mais precisamente no Domingo, 13 de Junho, há Eleições Europeias.
O que é que o Ambiente terá a ver com as eleições europeias?, perguntarão os mais distraídos.
Sendo fundamental uma directriz política nacional que tenha o Ambiente como um valor a preservar, a verdade é que na União Europeia cada vez mais não são os países isoladamente que definem as suas políticas em muitas matérias e o Ambiente não é excepção.
As tão faladas “directivas comunitárias” são legislação europeia que tem obrigatoriamente de ser transposta para a legislação nacional de cada estado-membro.
Cada vez mais, a União Europeia - não apenas a Comissão mas também o Parlamento Europeu - tem um papel importante na definição das políticas de Ambiente dos estados-membros.
O que se decide em Bruxelas ou em Estrasburgo afecta-nos a nós em Portugal, como afecta os alemães ou os franceses. E porque nos afecta exige a nossa atenção e participação e não a nossa abstenção. É também pelo Ambiente que voto dia 13.
Já agora, uma sugestão. Um artigo sobre “O estado a que chegou o planeta Terra” no Naturlink.

|

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet
Free Site Ring form Bravenet